domingo, 22 de março de 2009

Cancro da Mama



O Cancro da Mama é um tumor maligno que se desenvolve nas células do tecido mamário. Um tumor maligno consiste num grupo de células alteradas que pode invadir os tecidos vizinhos e disseminar-se para outros órgãos do corpo. É mais frequente nas mulheres, mas pode atingir também os homens.

O organismo humano é constituído por triliões de células que se reproduzem pelo processo de divisão celular. Em condições normais, este é um processo ordenado e controlado, responsável pela formação, crescimento e regeneração de tecidos saudáveis do corpo.

Algumas vezes, no entanto, as células perdem a capacidade de limitar e comandar o seu próprio crescimento passando, então, a dividir-se e multiplicar-se muito rapidamente e de maneira aleatória.

Como consequência dessa disfunção celular, isto é, desse processo de multiplicação e crescimento desordenado das células, ocorre um desequilíbrio na formação dos tecidos do corpo, no referido local, formando o que se conhece como tumor.

O cancro da mama, muitas vezes, apresenta-se como uma massa dura e irregular que, quando palpada, se diferencia do resto da mama, pela sua consistência.




Sinais ou sintomas mais comuns no Cancro da Mama

O cancro, assim como outras doenças, frequentemente, apresenta sintomas que devem ser observados. Por essa razão, pode-se dizer que, de certa forma, o diagnóstico começa com a observação de qualquer alteração no funcionamento geral do organismo. O cancro da mama pode apresentar diversos sintomas:

* aparecimento de nódulo ou endurecimento da mama ou debaixo do braço.
* mudança no tamanho ou no formato da mama.
* alteração na coloração ou na sensibilidade da pele da mama ou da auréola.
* secreção contínua por um dos ductos.
* retracção da pele da mama ou do mamilo.
* inchaço significativo ou retracção da pele.

O cancro da mama, quando no início, pode ser tratado antes que se espalhe, quando as hipóteses de cura são maiores, os tratamentos menos agressivos e não mutilantes.

Portanto, ao sentir qualquer alteração em suas mamas, deve recorrer ao seu médico.

Fonte: Simplesmente Mulher

6 comentários:

Maria disse...

O cancro da mama é um assunto que conheço muito bem - quer pela minha vivência pessoal, quer pela minha formação académica e experiência profissional.
Louvo a iniciativa de abordarem esta problemática aqui. Nunca é demais fazê-lo. Mas não posso deixar de sublinhar que algo de muito importante faltou: frequentemente, o cancro da mama não dá sintomas, nem sinais - em particular num estadio precoce da sua evolução, aquele em que idealmente o carcinoma da mama deveria ser identificado para permitir uma abordagem terapêutica efectiva.
Por isso, é vital que as mulheres não esperem pelo surgimento de alterações para se preocuparem com a sua mama: o auto-exame regular poderá ser útil, mas mais importante ainda é a participação nos programas de rastreio, que um número impressionante de mulheres ignora. Da mesma maneira, antes dos 45 anos (idade a partir da qual o rastreio está preconizado) a realização de ecografia mamária, um exame totalmente inócuo, pode trazer à luz alterações insuspeitadas que requerem investigação e vigilância e que, de outro modo, poderiam passar despercebidas.
A prevenção secundária que visa a detecção precoce continua a ser a arma mais forte na luta contra o cancro de mama.

Leitora ocasional,
Maria

sandra santos disse...

"A verdadeira amizade nos ajuda a
superar os momentos difíceis.*♥* *♥*

Ela é o refresco para uma alma cansada
e o farol que ilumina
os momentos escuros de nossa vida.
*♥* *♥*
Por isso um amigo
é um dos tesouros mais valiosos
que podemos encontrar.*♥* *♥*


Desejo que seu caminho se

abra para a felicidade, por onde você passar.*♥* *♥*


*♥* *♥*
E se por ventura, você encontrar espinhos

nesse caminho, retire-os com sabedoria e

plante nele a semente do amor.
beijossssssss *♥* *♥*


*♥* *♥*
Quando perseguimos um
grande sonho com determinação,
tudo o que parece impossível
pode acontecer de repente.*♥* *♥*


Te desejo tudo de bom... *♥* *♥*

eu... disse...

passei por aki por acaso e adorei o blog... mesmo muito interessante...

Luísa Alexandra disse...

Maria, com toda a razão diz que nunca é demais alertar para este problema, pois todas nós, mulheres, estamos expostas a ele...
Quanto mais cedo for diagnosticado, maiores probabilidades terá de ser curado.
E como diz o ditado:
"MAIS VALE PREVENIR DO QUE REMEDIAR!"

Obrigado a todas pelas visitas!

Ducas disse...

Olá...
Gostei imenso deste post no entanto tenho um aspecto a acrescentar...
É cada vez mais frequente contactar com mulheres que não fazem o auto-exame da mama, um exame simples, fácil e que permite detectar precocemente o cancro da mama... Deve ser feito 7 dias apos a menstruação pois antes é frequente detectarmos alguns nodulos que estao relacionados com o sistema hormonal. Nas mulheres com a menopausa devem fazer no inicio do mês, para criarem uma rotina e não se esquecerem...
Podiam colocar aqui no blog como se efectua o auto-exame... se quiserem posso enviar-vos essa informação...
Beijinhos

Luísa Alexandra disse...

Ducas, nós aqui no SOS teríamos muito gosto em publicar o modo de fazer o auto-exame.
Se puderes envia para o nosso mail.
Muito obrigado pela ajuda!