quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Noz



Ao incluir nozes no seu padrão alimentar está a dar um passo importante na prevenção de doenças cardiovasculares.

A noz é o fruto da nogueira pertencente à família das Juglandáceas. Requer um clima temperado a fresco para amadurecer.

Teve origem na Índia e nas regiões do mar Cáspio. No século 4º AC, os antigos Romanos introduziram a noz em vários países europeus, onde tem sido cultivada até à actualidade, embora nos dias de hoje já seja vastamente cultivada em todo o mundo, sendo os principais produtores de nozes os Estados Unidos da América, Turquia, China, França e Roménia.

Ao longo da sua história, este fruto seco tem sido altamente reverenciado devido às suas propriedades medicinais.

A casca das nozes apresenta dois lobos com superfície irregular. O miolo apresenta cor clara, revestida por uma fina película acastanhada. A parte edível é envolvida por uma casca castanha muito dura mas que é facilmente removida com um quebra-nozes.





Informação nutricional
Tabela de composição nutricional (100g de porção edível)

Miolo de Noz

Energia (kcal)

689

Água (g)

4,9

Proteína (g)

16,7

Lípidos (g)

67,5

Polinsaturados (g)

47,0

Monoinsaturados (g)

15,0

Hidratos de Carbono (g)

3,6

Fibra (g)

5,2

Vitamina B6 (mg)

0,67

Fósforo (mg)

288

Potássio (mg)

500

Magnésio (mg)

160

Zinco (mg)

2,7

mg = miligramas. Porção Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios. Fonte: Porto A, Oliveira L. Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. 2006.


Vantagens e desvantagens

Este delicioso fruto seco é uma excelente fonte de n-3, um ácido gordo que o organismo não sintetiza. Os potenciais benefícios deste nutrimento para a saúde vão desde protecção cardiovascular, por favorecer o perfil lipídico em indivíduos com hipercolesterolemia; promoção da função cognitiva; efeito anti-inflamatório, evitando a formação da placa de ateroma.

As células cerebrais e nervosas são compostas essencialmente por gordura, desempenhando o n-3, também neste caso, um papel fundamental nestas estruturas.

Um antioxidante particular da noz é o ácido elágico, que favorece o sistema imunitário e previne o cancro, devido a várias propriedades anticarcinogénicas que contém que bloqueiam as vias metabólicas indutoras desta patologia. Este ácido não ajuda apenas a proteger as células saudáveis dos danos causados pelos radicais livres, mas também ajuda a desintoxicá-las de substâncias potencialmente carcinogénicas.

As nozes contêm ainda teores expressivos de L-arginina, um aminoácido essencial, especialmente importante na hipertensão arterial. Endogenamente, nos vasos sanguíneos, a L-arginina é convertida em óxido nítrico - composto vasodilatador que ajuda a manter a integridade dos vasos sanguíneos. Assim, este aminoácido torna-se particularmente importante nesta patologia uma vez que estes indivíduos apresentam, geralmente, os níveis de óxido nítrico abaixo do normal.

A ingestão de nozes também diminui os teores plasmáticos de E-selectina, molécula que favorece o processo de adesão celular promovendo a formação de placas de ateroma.

O teor considerável em vitamina B6, promove o bom funcionamento do cérebro e a produção de glóbulos vermelhos.

As nozes são uma boa fonte de manganês e cobre, dois minerais fundamentais, que são co-factores de inúmeras enzimas envolvidas no processo de antioxidação celular.

De salientar que as nozes apresentam um valor energético muito elevado, por esta razão, a sua ingestão deve ser moderada.

O potencial alérgico da noz é pouco acentuado, no entanto, indivíduos susceptíveis devem evitar a sua ingestão.


Como comprar e conservar

Embora sejam colhidas no Inverno, as nozes estão disponíveis durante todo o ano.

Durante a sua selecção, se optar pelas nozes com casca escolha as que forem mais pesadas para o seu tamanho.

A casca da noz não deve apresentar fendas ou manchas, pois muitas vezes estas características significam que existe mofo no seu interior, tornando-a imprópria para consumo.

Também encontramos disponíveis no mercado nozes sem casca. Neste caso, certifique-se que estas estão bem acondicionadas e que a loja tem uma boa rotatividade do produto, de modo a garantir a máxima frescura do mesmo.

Quer compre a granel quer embaladas, evite as que apresentam aspecto murcho. Sempre que possível, cheire este fruto para não adquirir nozes com ranço.

Devido ao seu elevado teor em gordura polinsaturada, as nozes são um alimento perecível, por esta razão existem cuidados especiais a ter em conta durante o seu armazenamento. Em casa, deve acondicionar as nozes num recipiente hermeticamente fechado no frigorífico, onde poderão ser conservadas durante 6 meses, ou no congelador, durante um ano. Caso não as coloque nestes locais, também poderão permanecer conservadas em locais frescos, secos e escuro até 6 meses.


As nossas sugestões do Cozinhar é fácil

Tagliatelle Pisella Prosciutto

Cannelloni com Queijo e Nozes

Bolo Enrolado 3 Sabores

Creme de Nozes




Fonte: Nestlé

1 comentário:

Pratos da Bela disse...

Obrigada pela informação...
Bjinhos da Bela