quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Como poupar água em casa


A água é um bem essencial à Vida que se tem tornado cada vez mais escasso. Perante a ameaça de um futuro sem água, todos somos chamados a agir no sentido de preservar o nosso bem mais precioso. Saiba como contribuir para esta causa que é de todos, começando por mudar hábitos e atitudes em sua casa.

A casa-de-banho é responsável por uma parte considerável da água que consumimos em casa, nomeadamente através das descargas do autoclismo. Com efeito, o consumo dos autoclismos representa 40% do total do consumo doméstico. Resulta daqui que o consumo médio anual associado à utilização do autoclismo se estima em 45 mil litros por fogo, ou seja, 230 mil milhões de litros no País.

Mas o consumo de água pelo autoclismo pode ser controlado através de pequenos gestos do dia-a-dia que fazem toda a diferença:

- ajuste o autoclismo para o volume de descarga mínimo (quando aplicável);

- use a descarga de menor volume, ou interrompa-a, para usos que não necessitem da descarga total (e.g. urina);

- coloque o lixo num balde apropriado a esse fim, evitando deitar lixo na bacia de retrete e a descarga associada;

- reduza o volume de armazenamento (colocando garrafas, pequenas barragens plásticas, etc.), evitando no entanto usar objectos que se deteriorem ou que impeçam o bom funcionamento dos mecanismos;

- não efectue descargas desnecessárias do autoclismo;

- reutilize a água de outros usos para lavagem da bacia de retrete (em situações de escassez);

Por outro lado, o consumo de água na casa-de-banho depende muito de como fazemos a nossa higiene pessoal. A maioria dos fogos portugueses possui pelo menos um chuveiro e uma banheira. Os banhos e duches são usos bastantes significativos na habitação, representando cerca de 39% do consumo médio diário, existindo um potencial de poupança significativo para medidas que reduzam o volume gasto em cada utilização, sem ser sacrificado o conforto do utilizador.

Há muito que pode fazer para controlar a água usada na banheira/chuveiro

- utilize preferencialmente o duche em alternativa ao banho de imersão;

- tome de duches curtos, com um período de água corrente não superior a 5 minutos;

- feche da água do duche durante o período de ensaboamento;

- em caso de opção pelo banho de imersão, utilize apenas 1/3 do nível máximo da banheira;

- recolha a água fria corrente até chegar a água quente à torneira, para posterior rega de plantas ou lavagens na habitação (em situação de escassez);


Como vê está ao nosso alcance reduzir o consumo de água para garantir um futuro com água para todos!


Fonte: Naturlink


1 comentário:

O meu olhar disse...

Eu também uso, por exemplo, a água de lavar o chão no interior da casa, para lavar o terraço!Primeiro limpo o interior e depois com essa agua limpo o exterior (que por causa da minha cadela tem de ser limpo todos os dias).